Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Autor

Em razão do comprometimento acadêmico para a manutenção permanente de diversas linhas de pesquisa relacionadas ao Direito e Tecnologia da Informação, Alexandre Atheniense participa regularmente da elaboração de artigos com ampla circulação em diversas publicações da área jurídica. Confira a relação de artigos publicados, clique aqui.

Autor dos livros

 


Direito Eleitoral Digital – eleições 2014.

Esta obra é resultado de estudos ao longo de quatorze anos do autor sobre o tema, bem como da sua experiência profissional atuando em diversas campanhas políticas onde enfrentou ataques à reputação digital de candidatos em vários estados brasileiros.

O livro conta com mais de 100 perguntas e respostas sobre a regulamentação do uso da propaganda eleitoral na mídia digital para as eleições de 2014, o que facilitará o entendimento dos leitores sobretudo àqueles que não estão envolvidos na área jurídica.

 

 

 

 


“Comentários a lei 11.419/2006 e as Práticas Processuais por Meio Eletrônico nos Tribunais Brasileiros”, editora Juruá, 2010.

Para conhecer um pouco mais da obra “Comentários a lei 11.419/2006 e as Práticas Processuais por Meio Eletrônico nos  Tribunais Brasileiros” leia aqui a opinião de alguns leitores do livro.

 


“Internet e o Direito”, editora Inédita, 2000

 

 

 

 

 

Co-autor dos livros:

 

 

“Advocacia nos Tribunais”, editora Del Rey, 2012. ” A Repercussão Geral e as Práticas Processuais por Meio Eletrônico no STF ”

 

 

 

“Comentários à lei do Processo Eletrônico”, editora LTR, 2010. Capítulo “Comentários as normas do processo eletrônico (Instrução Normativa 30/2007) do TST”

 

 

 

 

“Manual de Direito Eletrônico e Internet”, editora Aduaneiras, 2006. Capítulo “Análise jurisprudencial da contrafação de softwares no Brasil”

 

 

 


“Internet Legal”, editora Juruá, 2003. Capítulo “Da validade legal dos atos processuais praticados pelo meio eletrônico”

 

 

 

 ”A Importância do Advogado para o Direito, a Justiça e a Sociedade”. Editora Forense, 2001. Capítulo “Advocacia e a Informática – Revendo os Conceitos da Advocacia no Final do Século”

 

 

Revistas

 Revista Fonte / Prodemge “Redes Sociais” n° 11/2011: “Prevenção é palavra de ordem em ambientes digitais” 

 

 

 Revista Fonte / Prodemge “Redes Sociais” n° 07/2007: “Monitoramento eletrônico e as relações trabalhistas”

 

 Revista Fonte / Prodemge “Redes Sociais” n° 01/2004: “A privacidade na ICP-Brasil” 

 

Anais

 

 

XX Conferência Nacional dos Advogados 2008 - Sistema Eletrônico Processual, Inclusão Digital dos Advogados e sua Responsabilidade Processual

 

 

XIX Conferência Nacional dos Advogados 2005 – “Informatização e prática da advocacia no mundo contemporâneo”  

 

 

 

XVIII Conferência Nacional dos Advogados 2002 -  “A Informatização da advocacia e mercado de trabalho”

 

 

XVII  Conferência Nacional dos Advogados 1999 - “Advocacia na era das comunicações” 

 

XVI Conferência Nacional dos Advogados 1996 - “A Informática e as mudanças conceituais da advocacia no final do século”

 

 

 

XV Conferência Nacional dos Advogados 1994 - “Perspectivas da Informatização no Direito” 

 

 

 

XIV Conferência Nacional dos Advogados 1992 – “A organização de um escritório de Advocacia”